Artigos

Conteúdo para você desenvolver sua carreira

5 Dicas para você desenvolver sua Carreira de Relações Internacionais Hoje

Planejamento e desenvolvimento de carreira têm ganho momentum em todo o mundo. Para as novas gerações de profissionais, em especial dentro das Relações Internacionais, a carreira não resume ou define quem somos, mas dá sentido aos nossos anseios e propósito de vida, e para explorar as opções disponíveis, é mandatório planejar e desenvolver.

Como profissional, superado os desafios da graduação, após 4 anos estudando, muitas vezes, disciplinas que não correspondem aos nossos objetivos profissionais, precisamos dedicar cerca de 40 horas semanais (ou mais, considerando deslocamento, preparação, etc.) em uma função, por isso é preciso construir um ambiente de trabalho prazeroso e ter um plano de desenvolvimento. Certo?

E, quando nos vemos como profissionais de Relações Internacionais, uma carreira de longo prazo, ficamos receosos em ficar parados em um cargo que não nos dá a plenitude sonhada.

Além disso, você não nasceu internacionalista ou saiu da universidade internacionalista – há uma grande lacuna entre o bacharel de Relações Internacionais e a práxis de Relações Internacionais. Portar um diploma de “Bacharel de Relações Internacionais” representa uma etapa da sua formação e abre caminho para você trilhar uma trajetória profissional.

Para que você mude o rumo da sua vida e consiga realizar o máximo do seu potencial, aplique as 5 dicas ainda hoje.

  • Priorize

Janeiro é o mês das metas audaciosas, planos para um ano ou mais. Um ano é muito tempo, mas voa. Já é claro para muitos: para realizar metas maiores é preciso definir metas menores, tangíveis e realizáveis. Por isso, defina metas menores e encadeadas.

Considerando o seu trabalho, as primeiras metas devem ser para tornar o ambiente propício para o crescimento profissional.  O que você pode fazer para melhorar o seu espaço de trabalho? Se ainda não atua, pode aplicar isso ao seu ambiente familiar/casa/espaço de estudos.

Um artista antes de estrelar uma peça, passa por um processo de desenvolvimento pessoal, de reconhecimento espacial, de reflexões e contatos. O primeiro passo é o seu espaço de convívio e de trabalho. Você precisa se sentir bem e empolgado ao entrar nesse local.

Pense agora sobre o seu objetivo profissional e faça uma lista de itens relacionados. Desses, defina prioridades. Considerando aquilo que você pode fazer, pense nos recursos disponíveis e nas consequências para os demais itens. Algumas atividades vão gerar impactos positivos maiores e vão tornar menos extenuante o trabalho.

Desenvolva as competências para ir avançando. Defina prazos para cada etapa. Quando concluir uma atividade, dê uma nota a si mesmo. Procure aprender durante o processo com os feedbacks.

  • Integre-se

O Analista de Relações Internacionais não é apenas profissional quando está trabalhando em uma empresa, ou no seu espaço de trabalho em casa, ou com sua carteira assinada. O internacionalista não usa roupa social, exceto em formalidades. Isso tudo para dizer: por mais que o ideário coletivo ainda tenha essa imagem, você precisa pensar muito mais nos bastidores e na sua vida particular.

Nas horas livres procure descobrir melhor sua cidade, explorar as possibilidades turísticas, culturais e geográficas. Ao entrar em contato com o seu entorno, você desenvolve a empatia necessária e cria uma visão propícia para sua atuação profissional. Quando não for possível sair, procure uma boa leitura dos cadernos culturais, das literaturas históricas e folclóricas. Explore novas literaturas.

O internacionalista precisa conhecer muito bem o seu entorno social, político, econômico e cultural. Isso os gregos já diziam há muito tempo através do aforismo “conhece-te a ti mesmo“.

Para te motivar ainda mais, já pensou em fazer CouchSurfing?

Você não precisa viajar o mundo para se tornar um internacionalista. Para conhecer culturas e criar competências multiculturais, disponibilize um espaço para viajantes passarem alguns dias. Nesse tempo, vocês vão compartilhar muitas informações e dicas. Você vai ser instigado a comentar sobre o seu entorno, a mostrar pontos históricos, a contar as lendas e folclores.

Certamente você se tornará um melhor profissional e um melhor cidadão.

  • Compartilhe

O internacionalista ainda não é compreendido e visto pela maioria da sociedade como alguém capaz de trazer benefícios coletivos, é um desconhecido. Fruto da centralização da política externa e das ações internacionais no Estado brasileiro. Aos poucos, entretanto e trancos, outros entes da federação, outras entidades e empresas passam a atuar e operacionalizar suas ações externas, mas ainda há muito para ser feito. E para que outras despertem para esse potencial, é preciso compartilhar conhecimento.

Para quem pretende atuar com relações internacionais, já anote: é preciso compreender o entorno e propor ações. Elas vão partir da sua compreensão do cenário externo, da sua capacidade de criar conexões locais e, em especial, de transmitir conhecimento.

Prepare oficinas para apresentar os caminhos, organize encontros profissionais, escreva para os jornais locais, converse com o secretário de Relações Internacionais da sua cidade. Ação.

Ao passo que você se integra como cidadão, as oportunidades e convites profissionais vão aparecer. Vale outra máxima do marketing: “out of sight, out of mind…”. Não se trata apenas de ser visto, mas de “quem não entrega valor, não é considerado”.

  • Informe-se

A leitura diária dos acontecimentos internacionais e locais correlacionados é item obrigatório para o internacionalista. A capacidade de interpretar e projetar cenários são elementos constituintes do internacionalista e é o que o torna valorado pelo mercado.

Os acontecimentos internacionais impactam os negócios locais e ações são necessárias para se resguardar e/ou projetar poder/crescimento produtivo para explorar as oportunidades – aí está o espaço do internacionalista.

Para se desenvolver como profissional, procure ler diariamente bons jornais e revistas especializadas – além de se atualizar, você está aprofundando suas competências analíticas. Comece hoje a fazer clippings e ter suas próprias anotações sobre temas da agenda internacional sobre temas importantes para a sua atuação profissional.

  • Reflita

A trajetória profissional transforma nossas vidas pessoais, por isso é preciso cuidar da saúde mental. Essas reflexões são essenciais em todas as carreiras, mas como sou internacionalista, vou frisar pontos que afetam esse profissional em especial.

A formação ampla cria um profissional capaz de atuar em diferentes setores, de fazer transições entre cargos distintos com maior facilidade, diferente de carreiras correlatas concentras. Isso significa dizer que Relações Internacionais compartilha e “bebe na fonte” de outras profissões, sendo uma vantagem única do internacionalista (em comparação com economistas, administradores, advogados, sociólogos, etc.).

Essa característica também dificulta na hora de romper os preconceitos e descrenças, por isso, é preciso mostrar capacidade de assumir a responsabilidade por todas as suas ações e ir além. Mas procure separar bem os resultados e evite tornar as ações profissionais em ações particulares, pessoais. Não leve as coisas para o lado pessoal e tenha calma.

É isso, por hora.

Ah…

O internacionalista visa uma vida de desígnios, sendo assim você terá muitos benefícios, pois poderá aproveitar seu conhecimento e sabedoria para os melhores propósitos.  Para tanto, você precisa assumir responsabilidades, compartilhar muito conhecimento, conhecer bem o seu local e ser agente de transformação para trazer as mudanças vislumbradas.

Guilherme Bueno

É analista de Relações Internacionais. Organizador do Congresso de Relações Internacionais e editor da Revista Relações Exteriores.
Guilherme Bueno
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HORA DE CRESCER NA CARREIRA
Vagas Exclusivas
A oportunidade não espera. Receba todas as semanas um resumo com as principais vagas. Casdastre-se.
EU QUERO
Experimente, você pode cancelar a inscrição a qualquer momento. Apenas uma vez por semana na sua caixa de mensagens. Compartilhe.
close-link

A Carreira de Internacionalista é desafiadora, não é mesmo?

Faça parte da nossa comunidade de profissionais. Inscreva-se hoje gratuitamente no grupo para profissionais. 
Quero fazer parte
Fechar
Ajuda? Chat por WhatsApp